Fontes verdes e a geração elétrica paulista

Este estudo analisa a evolução das fontes renováveis de energia na matriz elétrica do país e, em especial, do Estado de São Paulo, a partir do Acordo de Paris (2015-2018), baseando-se no Banco de Informações de Geração, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
São, ainda, utilizados dados da Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo (Piesp), elaborada pela Fundação Seade, que revelam alguns empreendimentos recentes relacionados à expansão do uso de fontes renováveis, fornecendo evidências relevantes para o desenvolvimento de novos negócios que podem ser propiciados por esse segmento em território paulista.
Análise em PDF